Símbolo Paroquial


A cruz situa-nos no espaço horizontal e vertical de nossa realidade. Ela nos desloca para os quatro pontos cardeais de nosso planeta.
Ela é, ainda, o ponto de encontro entre o horizonte de nossa realidade humana com o vértice da realidade divina que nos atinge, dignificando a nossa existência.

Em Cristo, a cruz se transformou em sinal da nossa redenção e expressão do amor infinito de Deus por toda a humanidade. É a cruz, sinal de salvação, que no Batismo marca cada cristão e o associa à vida de Cristo.

Nesta cruz estilizada da Paróquia Santa Isabel, se justapõem os elementos oriundos da vida da padroeira com a cruz redentora de Cristo.

A santidade brota da cruz e da associação de nossa vida à redenção do Senhor. Isabel se santificou unindo-se a Cristo, nosso Senhor.

O transcepto, haste horizontal, se apresenta como mãos que se estendem fazendo da caridade o seu maior perfume e sua alegria. Isabel é conhecida pelo Milagre das Rosas, que aparecem em seu avental ocultando os pães levados para a caridade, contrariando as ordens do rei, seu esposo, que a proibia de tal ação.

Na haste vertical encontra-se a coroa que representa o reinado que se associa ao reinado de Cristo, coroado de espinhos na cruz. Isabel, embora pertencesse à realeza, pelo caminho do Evangelho, consegue descobrir a nobreza da caridade e o reinado da paz.

Assim, como Isabel, cada cristão deve assumir a cruz e nela encontrar o caminho de sua santificação e salvação.